Já ouviu falar da Astaxantina – super protetor cardiovascular !

Descobrindo qual o melhor tênis para mim – com Rodrigo Roehnis
04/07/2016
Deixe o alimento ser sua medicina – a força da dieta alterando os seus genes !
09/07/2016
Exibir tudo

A Astaxantina é um pigmento extraído de microalgas vermelhas, encontrado na alimentção através do salmão selvagem, krill, camarão, carangueijo e lagosta e alguns outros.

fontes de astaxantinas

É uma substância podera anti-oxiadante, alguns estudos mostram que como varredor de radicais livres ele é 65 vezes mais potente que a vitamina C, 54 vezes mais
poderoso que o betacaroteno e 14 vezes mais poderoso que a vitamina E.

As investigações científicas são bem recentes mas já mostram que este poderoso carotenoide tem sido associado a efeitos protetores contra fatores de risco da doença cardiovascular, problemas oculares, neurodegenerativos e uma série de outras condições.

A astaxantina que é um nutriente [carotenóide] extraído de algas, exerce vários efeitos benéficos no cérebro (BMC Neurosci. 2012 Dec 29;13(1):156). Ao contrário de muitas outras moléculas antioxidantes, astaxantina consegue atravessar a barreira sangue-cérebro, protegendo o tecido cerebral (Forum Nutr. 2009;61:129-35.). Essa caractertística fizeram com que os especialistas rotulassem a astaxantina como ‘alimento natural do cérebro’.

  • Pode reduzir o risco de acidente vascular ceberal e melhorar a atividade motora
  • Combate diretamente o impacto oxidativo de proteínas tóxicas tanto no Alzheimer como no Parkinson. Assim, vê-se o seu potencial para retardar ou interromper a evolução de doenças neurodegenerativas como Alzheimer e Parkinson. A proteína tóxica beta-amilóide encontrada nos pacientes com Alzheimer, também é encontrada nas células vermelhas do sangue, e que reduz o fornecimento de oxigênio para os tecidos e a suplementação com astaxantina foi responsável por diminuir o acúmulo de beta-amilóide nas células vermelhas do sangue – PLoS One. 2012;7(11):e49620.
  • Agora falando dos efeitos de proteção cardiovascular as astaxantinas, os estudos mais recentes mostraram que ela foi responsável por reduzir a oxidação do LDL o que lhe dá um efeito preventivo de formação de placas de aterosclerose.
  • Outro efeito que foi constatado nos estudos é de aumento a níveis saudáveis do HDL e ficou bem clara sua atividade antioxidante e ação anti-inflamatória tal como evidenciado por uma redução nos níveis da proteína C-reativa.
  • Ainda pode ter um efeito antimicrobiano contra H. pylori, bactéria que tem sido implicada no desenvolvimento de úlceras estomacais e câncer de estômago.
  • A astaxantina demonstrou a capacidade de inibir a enzima 5-alfa-reductase que converte a testosterona em di-hidrotestosterona (DHT), um hormônio envolvido no aumento da próstata, calvície de padrão masculino, acne e, possivelmente, câncer de próstata.

Ainda existem diversos outros benefícios que a astaxantina pode nos trazer sendo estudados, mas já podemos ficar atentos e incluir nas nossas refeições alimentos ricos em astaxantinas.

pilulas-vermelhas de astaxantinas

Para suplementação por cápsulas de astaxantina é importante que você tenha a orientação e prescrição por um médico !

 

 

Por Dra. Giulianna Pansera (instagram @giulirp )

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *