Você sabe a forma correta de pisar durante a corrida ?

Corredoras tem menor probabilidade de morte após diagnóstico de câncer de mama !
20/04/2016
Teste de tênis – Nike RN Free Flyknit o tênis meia !!
29/04/2016
Exibir tudo

Olá corredores e corredoras, como essa é uma dúvida frequente e realmente ajustar essa questão fez toda a diferença na minha corrida e nos meus resultados eu trouxe hoje esse post excelente do site Eu Atleta para falar mais sobre a pisada perfeita na corrida. Confiram!!

À procura da pisada perfeita: entenda como ela pode melhorar a sua corrida

correndo_g-realfit_depressão
As informações na internet sobre o tema, em sua maioria, pregam que o correto é tocar o pé no chão na aterrissagem com a parte mais anterior do pé, e não com o calcanhar. Com tal conteúdo na mão, o praticante de corrida sai em busca da “pisada perfeita”, tentando adaptar a posição do seu pé, muitas vezes de forma inadequada, ou sentindo-se inseguro com a sua forma de correr, acreditando que algo pode estar errado.
Para entender melhor essa questão e saber utilizar as informações da internet de maneira saudável, é preciso aprofundar-se um pouco no tema e olhar para a passada de forma mais ampla. A aterrissagem com o médio pé é aquela onde o pé toca ao chão quase chapado.
Veja, não é correr na ponta dos pés. O calcanhar também toca o chão, mas é apenas alguns milésimos de segundo após a parte da frente do pé. Já na aterrissagem como calcanhar, é ele que claramente toca o chão em primeiro lugar.

Veja nesse vídeo aqui !!
E o que tudo isso importa para a corrida?
A pisada com o médio pé melhora a absorção de impacto pelo corpo, o que é muito bom, já que com menor impacto os riscos de lesão diminuem. Porém, estudos recentes viram que você não precisa aterrissar necessariamente com o meio do pé para não sofrer com o impacto. É possível fazer isso com o calcanhar também, desde que você corra suavemente, fazendo pouco barulho.
A aterrissagem com o médio pé facilita as coisas, mas não têm se mostrado essencial. Ao invés de tentar controlar a posição do pé, o que muitos já devem ter percebido que não é das tarefas mais fáceis, a melhor estratégia é diminuir o tamanho da passada e aumentar um pouco a cadência (número de passos por minuto).
Esse padrão de movimento favorece a absorção de impacto e melhora a mecânica da corrida de forma bem mais relevante. E o mais interessante é que correndo dessa maneira, muitas vezes a pisada acontece com o médio pé sem você tem que pensar sobre isso (mas se não acontecer, não tem problema, desde que a absorção de impacto esteja boa).
Fonte: EuAtleta

1 Comentário

  1. Laura Andrade disse:

    Uau, bom demais!!!! Vou tentar mudar a minha passada, tentar controlar mais a postura tbm pra performar melhor. Obrigada Giuli 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *