Pré-natal Pilates – para uma gestação mais saudável !

Como se manter saudável durante as férias/viajando ??
06/07/2015
Panqueca de whey com pasta de amendoim !!!
09/07/2015
Exibir tudo

Como vocês sabem o primeiro exercício que eu voltei a praticar após ser liberada pelo obstetra à praticar atividade física com carga, foi o pilates. Sim mudou minha forma de me exercitar, eu me apaixonei e queria muito ter descoberto isso durante a gestação !! O pilates é super indicado para gestantes saudáveis !!

Pedi para minha professora de pilates Rosana Meneghetti, falar um pouco dos benefícios dessa modalidade conhecida nos EUA como pre-natal pilates !!

” Os exercícios de Pilates na gravidez são super indicados pelos médicos obstetras.

As grávidas podem começar o exercício logo depois do terceiro mês de gestação e manter a prática até o final do sétimo. E se tudo ocorrer bem e a gestante se sentir confortável, pode optar por fazer até o ultimo mês de gravidez, sem trazer qualquer problema para a mãe ou para o bebê. Demais né?

Afinal, o que é pilates? O pilates é uma atividade física que combina flexibilidade, força, consciência corporal, relaxamento e respiração.

Por ser um método de exercícios de baixo impacto, não provoca sobrecargas nas articulações das gestantes e nem riscos ao bebê.

É importante que os exercícios sejam específicos para gestantes porque nesta fase é necessário fortalecer os abdominais e os músculos pélvicos que ficam naturalmente enfraquecidos nesta fase da vida da mulher, mas com o cuidado de que não podemos realizar os abdominais comuns.
O corpo muda rapidamente durante a gestação, são diversas adaptações que ele sofre para acomodar o bebê que cada dia fica maior e ocupa mais espaço interno no ventre da mãe, o que causa um desconforto, dores nas costas e articulações e má postura.

 

Porém tudo isso pode ser amenizado com a prática do Pilates. Os benefícios são muitos, é possível alongar e fortalecer a musculatura, principalmente a do abdômen, glúteos e lombar, considerada o centro de força do corpo e responsável pela sustentação da coluna vertebral, assim é dado uma ênfase nesta fase de gestação principalmente para o trabalho postural, que é bem comprometido durante a gestação onde a mamãe tem uma alteração doc entro de gravidade do corpo. Por ativar o sistema circulatório, o Pilates também contribui para aliviar as dores e inchaços nos membros inferiores, além de fortalecer essa musculatura para que aguentem o ganho de peso e ajudem a aliviar a sobrecarga na coluna.

Além de melhorar o condicionamento físico, trazer bem-estar e auxiliar no controle do peso se aliado a uma dieta balanceada, a gestante que pratica Pilates ainda tem um ganho extra: um abdômen e músculos pélvicos mais fortes, o que irá facilitar imensamente durante o trabalho de parto normal. O Pilates também vai evitar a incontinência urinária com o fortalecimento do períneo, e ajudar no trabalho de parto e na recuperação.

Nada melhor não é?

Mas lembre-se, você deverá ser liberada pelo seu obstetra para que a prática seja segura !”

 

 

Por Rosana Meghetti (CREFCREF: 060523-G/SP) – professora de educação física e proprietária do Studio Pilates Rosana Meneghetti 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *