Criando uma Criança Saudável em um Mundo “SuperSize”

Toxina Botulínica – sabe o que é ? Já pensou em fazer ? Saiba tudo aqui !!
25/05/2015
Dia de Pizza o que fazer ?? Confira essa receitinha de pizza fit para salvar seu domingo !!!
29/05/2015
Exibir tudo

Está cada vez mais difícil convencer os pequenos e até mesmo os próprios pais a comerem e oferecerem comidas saudáveis com tantas propagandas e chamadas para fast foods, lanchonetes, carrinhos nos parques, praças e em todos os lugares que vamos. Mas podemos ajudar nossos filhos a prevenir a obesidade e sérios problemas da saúde durante a vida dando a base necessária para que eles se alimentem corretamente e gostem de se exercitar.

Hoje, cada vez mais a obesidade infantil vem tendo destaque nos estudos e na mídia por ter se tornado um problema grave de saúde pública, temos uma indústria que incentiva ferozmente o consumo de alimentos inadequados, gordurosos e açucarados, e um estilo de vida cada vez mais sedentário e com isso estamos tendo que tratar crianças menores de 10 anos com quadros graves de hipertensão arterial, hipercolesterolemia, problemas de sobrecarga cardiovascular, diabetes tipo 2 (que antes era um tipo relacionado a adultos obesos) , dores nas articulações devido à sobrecarga, entre muitas outras patologias anteriormente relacionadas a adultos obesos.

Sei que não é prático e nem simples levar um estilo de vida mais “natural” e saudável e muito menos fazer isso com nossos filhos, mas devemos ter em mente de que ainda assim, é mais fácil fazer isso do que mais para frente tratar as doenças que virão!

– Monitore o ganho de peso do seu bebê: faça do acompanhamento um hábito para que não se surpreenda com o peso do bebê; Bebês fofinhos são lindos mas cuidado para não criar um bebê obeso !!

– Amamente o máximo que conseguir: essa pode ser um pouco mais difícil para mamães que precisam voltar a trabalhar pouco tempo após o parto, mas mantenham esse hábito por maior tempo possível durante o primeiro ano. Bebês que interrompem o aleitamento materno e começam a comer comidinhas sólidas antes dos 4 meses também podem ter uma propensão maior a engordar e estudos pelo mundo todo mostra que existe uma forte relação entre adultos obesos e bebês que não foram amamentados;

-Não faça comida “especial” ou diferente para o seu filho: ele pode a partir de 1 ano comer a mesma comida da família, e o ideal é que essa seja uma comida saudável, ofereça os vegetais e os legumes, as carnes, peixes e frangos como os pais comem, assim o seu filho não irá se acostumar a comer só o que quiser. Por exemplo, está errado ir a um restaurante e pedir uma refeição saudável para os pais e lanche com batata frita ou macarrão com queijo para as crianças; Mas lembre-se, é saudável para você e para o bebê temperar com condimentos naturais e pouco sal e jamais utilizar temperos e molhos prontos !!!

IMG_9260

– Saiba o IMC do seu filho: o IMC é um cálculo simples de altura/peso² que pode ser considerado a partir dos dois anos. Diferentemente dos adultos, crianças acima do peso podem parecer apenas “mais velhas”, não evidenciando o sobrepeso. Pergunte sempre ao pediatra sobre;

– Exercitem-se: já demos alguns exemplos aqui no blog de como se exercitar “usando” seu bebê como peso rs, fazendo até com que eles pensem que é uma brincadeira entre vocês. Mas agora vamos ressaltar a importância das crianças se exercitarem. O ideal seria que elas fizessem alguma atividade durante uma hora por dia e de preferência em uma área aberta, como parques ou praças, assim elas se sentem mais soltas para correr e pular do que dentro de casa. Isso também os fara dormir melhor de noite;

– Coloque limites no tempo de eletrônicos: crianças devem brincar com brinquedos, com outras crianças e ao ar livre de preferência, não deixe o seu filho passar o dia no computador, video game ou televisão. As crianças hoje estão se tornando sedentárias e anti-sociais pelo excesso do uso das atividades eletrônicas. Limite a 1 ou 2 horas por dia desse tipo de atividade;

iStock_000013934719Small chasing ball– Adote o método “Um por todos e todos por um”: pesquisas mostram que se os pais não mudam seus hábitos, as crianças não mudarão também. É importante para a criança que está acima do peso, não se sentir sozinha ou que está tendo um tratamento diferente.

– Evite os alimentos industrializados: no Brasil ainda temos uma oferta pobre de alimentos para crianças sem açúcar e com baixo sódio e conservantes. Nos outros países como EUA isso já é bem fácil de se encontrar pelos mercados, acredito que em breve teremos por aqui também;

Healthy-Snacks– Fuja dos restaurantes que oferecem brinquedos junto com as refeições: isso fará com que seu filho só queira comer esse tipo de alimento para poder ganhar o brinquedinho;

– Invista em frutas e vegetais: Coma frutas e vegetais e sempre ofereça para as crianças. Deixe descascada e cortada em um recipiente na geladeira para que elas possam comer quando sentirem fome. Mas lembre-se que devemos ser persistentes, algumas crianças precisam provar até 10 vezes o mesmo alimento antes de aceitá-lo. Pesquisas mostram que existe maior interesse pelas frutas e vegetais quando plantados em casa, pela criança, com a ajuda de um adulto. Assim elas entendem que é um resultado do trabalho que tiveram;

kids2

– Vá com calma na hora de alimentar e não use a comida como recompensa: A maioria dos pais costuma investir na mamadeira ou algo para comer quando a criança começa a chorar, e em algumas vezes não era realmente fome, mas sono ou alguma outra coisa. Isso pode mandar a mensagem errada para a criança de que “comer resolve qualquer problema” e desenvolver maus hábitos;

– Não ofereça sobremesas: nem mesmo frutas, a crianças não precisam criar o hábito de comer doces após as refeições, isso aumenta as chances de ganhar peso. Deixe as frutas para os lanchinhos entre as refeições!

– Prioreize a hora de dormir: Estudos mostram que crianças que não dormem direito têm mais chances de engordar, pois são as horas de sono que regulam muitos hormônios e controlam o apetite.

 

E para finalizar, o que eu penso ser o mais importante de tudo, você não precisa ser o general da alimentação saudável e proibir os doces, lanches, balas e chocolates, mas é importante ensinar para as crianças que este tipo de alimento não traz benefício para a saúde e portanto não deve ser consumido diariamente, mas não tem problemas comer em pequans quantidades de vez em quando ou em ocasiões especiais!!

Equilíbrio é o segredo da boa saúde !!

Por Dra Giulianna Pansera

3 Comentários

  1. shelly disse:

    Boas dicas, tenho filho em sobrepeso ele é muito anciso e depois de colocar regras no HR de durmir já senti muita melhora!

  2. sheylliane disse:

    Ótimas dicas .., gostaria de saber o cálculo do imc é altura × peso ×2 ?agradecida!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *