Amamentação… antes e depois de ser mãe !!!

Vacina contra gripe.. devo vacinar meu filho ?
16/04/2015
Panqueca de aveia, banana e morangos
19/04/2015
Exibir tudo

Apesar de ser médica e ter estudado sobre a fisiologia humana, e saber na teoria como é importante e como deve acontecer a amamentação, no dia em que meu bebê nasceu eu descobri algumas coisas que não ensinam na faculdade !!  Sabemos que o ideal é a amamentação exclusiva por 6 meses e complementar à alimentação até os 2 anos e isso é indiscutível.

Porém amamentar é uma das tarefas mais difíceis que uma nova mãe enfrenta, e porque ?!

1.Descobri ao ser mãe que o bebê não nasce sabendo como mamar, dizem que assim que ele sair da sua barriga ele vai mamar, é não é bem assim, ele tem o instinto e tenta mas na grande maioria das vezes eles são pequenos demais, fraquinhos demais e não sabem como fazer a pegada correta, leva alguns dias para que isso aconteça de forma confortável tanto para mamãe quanto para o bebê. E nesse período você vai se desesperar, e seus mamilos podem se machucar, mas isso não é motivo para desistir.

nipshlds22.Nem todas as mulheres têm um mamilo ideal para amamentação e isso pode causar frustração nas primeiras tentativas de amamentar seu bebê, para isso hoje existe um ” protetor” de bico de silicone que a mamãe pode colocar no seu mamilo para auxiliar principalmente nas primeiras mamadas, eu sei que isso é controverso e algumas pessoas são contra, porém o que eu descobri sendo mãe é que devemos pensar na questão prática, para uma mãe que está aprendendo a amamentar, com os mamilos doloridos e muitas vezes sangrando, seu bebê com fome, os seios empedrados de tanto leite é melhor usar o bico de silicone do que se render à mamadeira e leite artificial logo nos primeiros dias de vida sem ao menos tentar outras soluções. O bico de silicone com o tempo não será mais necessário, logo logo seu bebê irá conseguir sugar corretamente e seu mamilo irá melhorar com o uso do bico, portanto vamos ser práticas e usar a tecnologia a nosso favor quando necessário.

3. Algumas mulheres produzem pouco leite e outras produzem muito, isso é individual e não torna uma melhor do que a outra, mas uma coisa é certa, quanto mais o seu bebê sugar maior será o estimulo para produção de leite, portanto esqueça o cronometro e deixe seu recém-nascido mamar o quanto ele achar necessário, mesmo que você ache que está com pouco leite. Claro que no primeiro mês as visitas ao pediatra serão semanais e deve-se prestar atenção ao ganho de peso e crescimento para saber se a alimentação está suficiente.

4. Dica de ouro que eu só descobri depois de sofrer com leite empedrado e salvou minha vida hehe….. tenha uma bombinha elétrica para tirar o leite, é rápido, prático, ajuda muitoooooo nos casos em que a mamãe produz muito leite e a mama fica empedrada e também para as mamães que precisam ficar BPA-free-electronic-breast-milk-pump.jpg_220x220algumas horas longe do bebê e querem deixar leite para  papai, vovó ou babá dar ao bebê. Hoje existe no Brasil um mercado de venda de bombistas usadas e até aluguel das mesmas, uma vez que podem ser bem caras e você não vai mais utilizar depois que seu bebê crescer.

5. Se você não quer dar mamadeira para o seu recém-nascido mesmo que seja com o seu próprio leite, pode dar o leite em uma colherzinha ou ainda no copinho. Eles conseguem sim tomar o leite no cominho, vai demorar um pouco mas vale a pena tentar.

6. A amamentação realmente aproxima a mãe do bebê, pois é um ato que não poderá ser realizado por ninguém mais do que a própria mamãe. Mas isso não quer dizer que a mamãe que por algum motivo não conseguiu amamentar terá um vinculo mais fraco com seu filho, o carinho, atenção e cuidados diários que você dá para o seu filho são os grandes responsáveis pelo vínculo e afeto que ele terá por você.

Posições para amamentar

Posições para amamentar

 

 

7. Amamentar cansa muito, muito mesmo, principalmente nos primeiros 6 meses que essa é a única fonte energética do seu bebê, por isso você é sim um restaurante ambulante e tem que estar ” aberto” 24hs por dia 7 dias por semana. Mas aguente firme porque essa fase vai passar e você terá saudades!

 

 

 

 

8. Ouvimos muito que não podemos amamentar deitadas pois isso pode causar infecções no ouvido do bebê, aí quando somos mães descobrimos que muitas vezes vamos estar tão cansadas que vamos acabar amamentando deitadas sim e isso não vai causar infecções no ouvido do seu bebê. Claro que deve-se sempre ficar atenta e não dormir amamentando para que não corra o risco de machucar seu bebê rolando por cima dele.

9. Chegou os 6 meses, você inicia a introdução de alimentos na dieta do bebê, outra coisa que leva tempo e paciência, algumas crianças comem fácil e outra irão relutar, não desista !!

10. Continue amamentando mesmo depois da introdução alimentar, seu bebê não irá depender mais disso exclusivamente, mas o leite materno ainda fornece alguns anticorpos e nutrientes no primeiro ano de vida que são importantes para a saúde do seu filho !!

11. Amamente em qualquer lugar na hora que seu bebê precisar SE se sentir confortável em fazê-lo !!

12. Todo mundo irá te perguntar se você ainda amamenta, e algumas vezes vai ouvir coisas desagradáveis do tipo, nossa ele já come comida não precisa mais mamar, ou ainda que feio esse beberão mamando no peito !!! Quem sabe a hora de parar é você e seu filho, não ceda às pressões da sociedade.

13. Você pode sim fazer atividade física enquanto amamenta e pode fazer dieta, claro que não vai correr uma maratona e nem fazer uma dieta de 500kcal por dia, mas pode sim iniciar uma dieta saudável orientada por uma nutricionista, isso é mais saudável para você e para o bebê.

E lembre-se agora falando como a médica…. amamentar é comprovadamente bom para a saúde do se bebê, estudos mostram que o bebê que mama exclusivamente no peito nos primeiros meses de vida têm menos infecções, resfriados, e menor chance de se tornar crianças e adultos obesos !!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *